Este é mais um curso de Inglês na internet. Existem milhares deles, sendo em boa parte gratuitos, de excelente qualidade, com vídeos bacanas, professores e professoras nativos, bonitos e engraçados, e mais toda uma gama de vantagens e atrativos.

Então porque raios resolvi criar mais um? Porquê muitos desses cursos parecem ter esquecido das dificuldades de muitos estudantes. Há pessoas que quase nunca ouviram inglês. Há pessoas que tentaram aprender Inglês várias vezes e nunca conseguiram. Há os traumas de aprendizagem. Há as dificuldades na pronúncia, e assim por diante.

Quero com esta série de artigos oferecer um pouco do que os outros cursos não tem ou que tem pouco. Talvez eu não consiga deixar você fluente, porém você conseguirá entender mais palavras e frases vendo filmes e seriados, assim como entender melhor músicas em inglês e talvez até arrisque cantar em inglês no karaoke!

Como aprender Inglês?

Há diversos métodos mundo afora. Vão desde repetições infinitas até a imersão. Aqui vou fazer algo mais passo-a-passo.

Se você tem um filho ou filha, já viu um bebê aprendendo a falar saber que não acontece da noite para o dia.

Primeiro o bebê escuta os pais, irmão, vizinhos, TV, rádio, etc, todos falando a língua materna. No começo ele só chora e faz alguns ruídos, mas o ouvido dele está aprendendo, está sendo treinado. A audição manda mensagens para o cérebro dizendo que tem que aprender fazer os sons que os outros fazem.

O cérebro manda a mensagem para a boca, a língua, a laringe, as bochechas e todos os músculos que estão envolvidos na fala dizendo para eles imitarem o som. No começo, esses músculos do bebê não tem controle suficiente para falar.

Com o tempo, o bebê começa a balbuciar os sons que mais ouve. Surgem quase-palavras como mama, papa, au-au. Ele aprende o momento certo de fazer aquele som, aquela palavra. O bebê vai treinando até que consegue falar perfeitamente as primeiras palavras.

Este vídeo mostra o processo. Selecione legendas em português, vale a pena assistir os 19 minutos.

O tempo passa e ele aprende a pedir o que quer. Aprende a fazer frases curtas. De duas ou três palavras. Depois de mais algum tempo já consegue contar coisas simples.

Mais ou menos nessa época vai para a escola e aprende, o alfabeto, aprende a ler e escrever. No começo é algo bem simples, mas ao longo do tempo vai dominando a língua a língua a ponto de escrever poesias e histórias complexas.

O mesmo acontece com a fala. Na idade escolar entende e consegue comunicar coisas cada vez mais complexas. Dependo da pessoa, vai se aprofundar na linguagem e será capaz de escrever livros, dar palestras, apresentar conceitos e ideias complexas a outras pessoas. Ou talvez tenha dificuldades em se comunicar ou não goste, e prefira falar pouco e escrever menos ainda.

Em todos os casos, a pessoa é fluente na língua. Consegue entender e ser entendido.

Como você pode ver, o processo pode demorar poucos anos, para se dizer o básico, ou algumas décadas para ser realmente bom com a linguagem. Tudo depende do objetivo de cada um.

As lições aqui serão curtas, com poucas palavras para decorar. Irei utilizando essas palavras misturadas com o português, até que seja possível fazer uma frase inteira em Inglês, depois um parágrafo inteiro, e por fim lições inteiras.

Então vamos para a primeira lição! (Em breve link aqui!)